Otimizando os sistemas embebidos

Recentemente calhou em conversa com um amigo meu sobre programação de sistemas embebidos, visto que ele estava a avançar com um projeto muito interessante com um equipamento semelhante ao Arduino. Esta conversa relembrou-me os tempos em que programava em ANSI C (de 89) num LPC2106 da Phillips e aos tempos que andava a aprender ANSI C (de 89) e o belo do assembly, e surgiu a ideia para este artigo.

Quando alguém começa a programar num Arduino (ou equipamentos semelhantes) vai seguindo os exemplos que vai encontrando e vai adaptando às usa necessidades. No entanto, mais cedo ou mais tarde, vai querer implementar uma ideia que teve e, quem sabe, mais tarde transformar essa solução num produto que possa comercializar. A ideia deste artigo é oferecer um conjunto de técnicas e de pontos de interesse a ter em atenção por forma a maximizar os recursos que já têm, reduzindo o “desperdício” dos recursos.

Continuar a ler