Gestão de projetos utilizando o Redmine 2.4 no Debian Wheezy

A gestão de projetos pode ser descrita como o processo de planejamento, execução e controle de um projeto, desde o seu início até à sua conclusão, com prazo determinado e várias tarefas que devem ser realizadas para se atingir o objetivo final, com um determinado custo e qualidade, através de atividades realizadas utilizando recursos técnicos e humanos.

No processo de gestão, o principal objetivo é um produto final, de acordo com as especificações, com o melhor desempenho possível, sob uma perspectiva dinâmica. Assim, a gestão do projeto forma um ciclo dinâmico, onde tudo gira em torno do planejamento, da execução e do controle.

Atualmente, os projetos, principalmente na área de desenvolvimento de software, estão cada vez mais complexos—extrapolam prazos, aumentam custos, comprometem a qualidade do produto final—por isso, um projeto deve ser bem gerenciado para minimizar ao máximo esses impactos. Para auxiliar o processo de gestão utilizamos ferramentas de software para gestão de projetos, que utilizam amplos conjuntos de funcionalidades, aderentes aos principais métodos e guias de boas práticas de gerenciamento de projetos utilizados no mercado.

O Redmine é uma poderosa e flexível aplicação web para gerenciamento de projetos. Desenvolvido usando o framework Ruby on Rails, é uma aplicação multi­-plataforma e multi­-banco de dados, que suporta os principais aspectos do processo de desenvolvimento de software. Além disso, possui código fonte aberto e sua licença está de acordo com os termos da GNU General Public License v2 (GPL).

Para esta instalação, utilizamos o Redmine 2.4 (versão estável no momento da escrita deste manual) e o sistema operacional Debian 7.3 (chamado de Wheezy, versão estável no momento desta escrita). Para a execução dos passos aqui descritos, é importante que você tenha conhecimentos básicos sobre o uso do Debian, shell, MySQL, Apache e Linux em geral. Para mantermos o foco, não explicamos todos os passos em detalhes. Os nomes de arquivos e caminhos neste documento estão sujeitos a mudanças, de acordo com a sua instalação.

Após aplicar todas as etapas de instalação descritas neste manual, você terá uma instância funcional do Redmine, de acordo com as especificações citadas abaixo. Se alguma etapa falhar, observe as versões dos softwares e das bibliotecas utilizadas, além da localização dos diretórios (estrutura dos diretórios) da instalação do sistema operacional em uso.

Convenções usadas neste documento:

  • Fonte monospace: é usada para indicar entradas do utilizador ou saídas do sistema, bem como configurações de arquivos.
  • ↩ : é usado para indicar que uma linha não foi finalizada e continua abaixo.

Publicado na edição 46 (PDF) da Revista PROGRAMAR.