Implementação de Árvores de Vantagem

Nesta edição, em que estamos em pleno Outono e muitas das nossas ruas se cobrem de mantos de folhas, propomos ao leitor uma vista mais reforçada às árvores… Mais concretamente pelas árvores binárias e pelas árvores de vantagem.

Os que me conhecem, sabem que esta foi uma temática que me deu algumas dores de cabeça, mas no fim de contas, este foi um assunto que confesso, ter valido a pena ter aprofundado.

Antes de prosseguirmos vamos recordar, ao leitor, uma característica fundamental das árvores binárias. Este esquema de representação de dados torna-se bastante útil quando queremos armazenar um grande número de dados, contudo as árvores binárias são sempre ordenadas tendo em consideração uma chave ou atributo específico. Todos os elementos à esquerda de um elemento da árvore têm uma chave inferior ao elemento em que estamos e todos os elementos à direita têm uma chave superior.

No exemplo implementado para este artigo, simulámos uma aplicação disponível numa rede de stand de automóveis, em que cada automóvel que essa rede detém, é identificado por um número de série (único), pela cor, marca, ano e ainda qual o número de jante que esse automóvel tem.

[...]

Leia o artigo completo na edição 43 da Revista PROGRAMAR