Interface Gráfica de Termómetro Usando Processing

Introdução

Este artigo foi escrito como continuação do artigo Estação de Controlo de Temperaturas Usando Arduino e Texas Instruments LM335A publicado na edição anterior.

O objectivo deste novo artigo é criar uma interface gráfica que simplifique a leitura das temperaturas instantâneas lidas pelo sensor de temperatura Texas Instruments LM335A e interpretados pelo micro-controlador Arduino.

A interface criada é muito simples, assemelha-se a um termómetro comum e foi criada recorrendo à linguagem de programação Processing.

Processing

Processing é uma linguagem de programação open source aliada a um IDE que permite criar interfaces gráficas. Inicialmente a linguagem Processing destinava-se a ajudar aqueles que se iniciavam na arte de programar num contexto gráfico, sendo que actualmente esta linguagem de programação é usada desde estudantes até cientistas.

Arduino: IDE do processing
Figura 1: processing

A sintaxe desta linguagem de programação é em muito semelhante à linguagem C, pelo que é de fácil compreensão.

Existe muita informação e tutoriais sobre esta linguagem de programação e suas potencialidades espalhados pela internet, mas o website oficial possui bastante informação e possibilita o download do IDE: http://processing.org/.

Código Fonte para o Arduino

Para que o Arduino possa ler e interpretar as informações lidas pelo sensor de temperatura LM335A é necessário usar o seguinte código fonte:

//Declaração de Variáveis
int tempPin = 0;
float temperatura;

void setup()
{
  Serial.begin(9600);
}

void loop()
{
  //Leitura dos Valores do Sensor
  temperatura = analogRead(tempPin);
  //Conversão dos Valores Analógicos para ºC
  temperatura = ((((temperatura / 1023)*5)*100)-273.15);
  //Envio de Dados para PC
  Serial.print((byte)temperatura);
  delay(1000);
}

O que este pedaço de código faz é ler os dados analógicos lidos no sensor de temperatura, convertê-los em dados digitais a cada segundo e enviar esses dados para o computador, recorrendo à conexão USB.

Publicado na edição 37 (PDF) da Revista PROGRAMAR.