JMP EAX

Mais uma edição, desta feita a 41ª edição da Revista, que trazemos até vós.

Muito aconteceu desde as edições anteriores, e muito irá acontecer, pois a tecnologia está em constante evolução e a programação em constante desenvolvimento.

No passado dia 25 de Maio realizou-se no Auditório da Microsoft em Lisboa o primeiro Evento Presencial da Comunidade Portugal-a-Programar, sobre o qual poderão encontrar um artigo mais à frente na revista. Em parte por causa de todo o esforço necessário para que se realiza-se o evento, aconteceram alguns atrasos no lançamento desta edição, pelo que peço desculpas a todos os leitores, autores, colaboradores e parceiros que nos têm acompanhado, ao longo destes anos que a Revista PROGRAMAR, já “carrega nos ombros”.

Ainda na sequência do evento, no qual a revista também esteve representada, decorre um concurso de aplicações para Windows 8, pelo que se tem uma ideia e consegue fazer a aplicação, recomendamos que leia a página sobre o concurso, que poderá encontrar nesta edição!

Num outro registo, congratulo-me pelo crescimento da revista e agradeço a todos quantos nela trabalham e colaboram com o seu crescimento! Sem vocês seria impossível, mas não me posso esquecer de todos os leitores, pois é para vós que a revista é feita! É para os leitores que bimestralmente, uma equipe dedicada de autores, revisores, designers e demais staff, traz uma nova edição, com novos artigos, novos temas, tentando ir sempre de encontro ao que esperam encontrar nesta publicação.

Nesta edição damos continuidade a algumas séries de artigos de autores que são verdadeiros “residentes”, e introduzimos novos temas e tecnologias, bem como uma nova série de artigos, no sentido de vos agradar mais e melhor.

Para aqueles que de certa forma foram privilegiados ao ter vivido na geração das 5.25″ e até antes com as cassetes e os 8 bits que faziam maravilhas, esperamos continuar a trazer-vos um pouco daquilo que eram as publicações de programação que fizeram de vós e alguns de nós, os programadores que agora somos, mas com os conteúdos actualizados e de acordo com as vossas espectativas. Aos demais leitores que não viveram essa “mágica experiência” de fazer muito com pouco e copiar código do papel para o computador, digitando cada instrução como se fosse uma “palavra mágica”, para no fim se mandar compilar ou interpretar e ver “magia” acontecer, espero que a revista continue a ir de encontro aquilo que vos agrade, sempre com a isenção que a caracteriza, e a pluralidade pela qual se pauta.

Até à próxima edição, jmp EAX.
António Santos

Publicado na edição 41 (PDF) da Revista PROGRAMAR.