/* A todos os bravos que chegaram tão longe! */

Poderia começar o editorial por escrever o resto do comentário em código, mas seria quase um “abuso” ao qual não me vou dar!

Como um dia disse, um incontornável personagem da história da tecnologia, não se conectam os pontos olhando para a frente, mas sim para traz. A tecnologia é isso mesmo, um movimento “perpétuo”, em frente, sem parar, sem esperar, sem pausas, a uma velocidade cada vez mais estonteante. Cheio de surpresas e segredos, cheio de revezes e avanços, cheio de tudo um pouco! Mas acima de tudo, cheio! Cheio porque tem um pouco de todos os que nele trabalham, participam, se envolvem! Sem distinção de géneros, classes ou outras que possam existir!

Recentemente comemorou-se o dia mundial da mulher, daqui a uns meses assinala-se o dia mundial da criança, e lá para novembro, bem despercebido, em alguns países, comemora-se o dia internacional do homem e lá bem perto do final do ano, quase que sem se dar por isso, o dia internacional dos Direitos Humanos, sem distinções! E tudo isto para dizer que a tecnologia existe para servir todos os seres humanos! A Programação é algo acessível a todos, sem excepção! Dos que leem avidamente livros de programação, e aprendem a programar lendo e escrevendo em papel linhas e linhas de código, até aos que usam o último modelo de computador, para dar asas à sua imaginação e programar!

Com tantos dias mundiais, falta mencionar um que nos diz muito a todos, programadores profissionais, programadores aprendizes, e mesmo até aqueles que só programam por desafio de quando em vez! O ducentésimo quinquagésimo sexto dia do ano, que nos anos não bissextos calha no 13 de Setembro e nos bissextos no 12. É o dia do Programador! Pois 28 é o número de valores distintos que podem ser representados com um byte de oito bits.

Enquanto esse dia não chega, e os dias vão passando, programem! Que programar comanda a vida! E comentem o código, para vos rirdes quando o leres anos volvidos!

Até à próxima edição, boas leituras!
António Santos

Publicado na edição 55 (PDF) da Revista PROGRAMAR.