Que futuro?

Quero começar por pedir desculpa aos nossos leitores, e em nome de toda a equipa, pelo atraso no lançamento desta edição da Revista Programar. Infelizmente, tal como aconteceu no lançamento da última edição da revista, não nos foi possível cumprir a data prevista. As razões são várias e as desculpas, se fossem importantes, certamente seriam ainda em maior número. A verdade é que a Revista Programar está a passar por um momento difícil e crítico da sua existência. O número de lançamento já vai longe. Já se passaram vários anos e este projecto amadureceu, expandiu-se e tornou-se cada vez mais exigente. Os vários elementos da equipa, quer passada quer actual, sempre responderam da melhor forma que souberam aos vários desafios que nos foram sendo postos. Mas, actualmente, enfrentamos o maior desafio de todos até à data.A Revista Programar nasceu de forma espontânea como um projecto colaborativo dos participantes na comunidade P@P dentro do fórum, herdou o mesmo foco, o mesmo público e o mesmo espírito: a partilha de conhecimentos sobre programação entre falantes da língua de Camões. Foi com este espírito, de quem tem algo para dar sem esperar receber nada em troca, que a revista foi evoluindo e coleccionando vários sucessos. Número após número o feedback que nos ia chegando era cada vez melhor e mais positivo. Foram aparecendo pedidos sobre artigos, passámos além fronteiras, melhorámos o visual, tornámo-nos mais exigentes dentro da própria equipa e trabalhámos sempre com afinco em cada edição.Como sempre, o sucesso trouxe responsabilidades acrescidas. Se o número de leitores cresceu significativamente, o mesmo não aconteceu com o número de colaboradores, com enfoque particular no número de autores. O número de artigos propostos e entregues estagnou, ou diminuiu mesmo em algumas edições, e em alguns casos a qualidade dos mesmos levou à sua rejeição. Não é necessário dizer o óbvio: sem autores não há artigos e sem artigos com qualidade não há revista.É neste contexto que assumo a responsabilidade de colaborador da Revista Programar a partir deste número, acumulando assim este papel com o de revisor que já exercia. E é neste contexto que assumo, com toda a equipa da revista, este desafio. E é neste contexto que venho fazer um apelo de ajuda à comunidade P@P. Necessitamos de conteúdo com qualidade para as próximas edições, sob pena de não haver próximas edições. Apelo assim a todos quantos têm artigos escritos que os partilhem connosco. Todos quantos querem ajudar mas não têm tema, contactem-nos, temos pedidos de artigos mas não temos quem os escreva.Creio não estar errado quando afirmo que não existe nenhuma revista centrada na programação e orientada para a comunidade de língua Portuguesa que tenha um espírito tão altruísta como a Revista Programar. A Revista Programar é vossa. Existe para todos vocês. Mas só existirá se houver quem faça a revista. Vem ajudar-nos a fazer a tua revista de programação favorita.Fernando Martins

Publicado na edição 23 (PDF) da Revista PROGRAMAR.