Windows 10: A Nova Geração Windows

Introdução

No passado mês de Outubro, a Microsoft anunciou publicamente o Windows 10 e apresentou a sua visão para a próxima versão do seu Sistema Operativo.

O Windows 10 é o primeiro de uma geração totalmente nova do Windows , onde as novas funcionalidades irão possibilitar novas formas de trabalho, lazer e mobilidade aos utilizadores tanto na vertente doméstica como na vertente empresarial, sendo neste último onde veremos alterações significativas e que permitirão uma transição mais suave de versões anteriores para o novo Windows.

O Windows 10 vai adaptar-se e funcionar na maior gama de dispositivos de sempre, como por exemplo do IOT (Internet Of Things), aos Data Center empresariais em todo mundo, passando pelos dispositivos que dispomos e utilizamos no dia-a-dia como o PC, Tablet, Smartphone e também na XBOX.

Com o crescente número de dispositivos, também as aplicações e a sua distribuição irá evoluir. A Microsoft irá disponibilizar uma plataforma que permitirá aos programadores o desenvolvimento e implementação de uma aplicação nos diferentes tipos de dispositivos e também uma nova loja de aplicações unificadas, que tornará a compra e atualização das mesmas mais simples para os utilizadores

Windows 10

As novas funcionalidades do Windows 10 

Start Menu

O Start menu utilizado durante muitos anos em versões anteriores ao Windows 8 está de volta. Este menu apresenta uma nova interface e permite o acesso rápido às aplicações e ficheiros que utilizamos com mais frequência, e vai permitir personalizar todo o Start menu com aplicações modernas, programas e sites favoritos, à semelhança do que acontece atualmente com o Start Screen do Windows 8.0 ou 8.1.

O regresso do Start Menu não representa necessáriamente o fim do Start Screen que usamos no Windows 8.0 ou 8.1. No Windows 10 continua a existir a possíbilidade de ativar o Start Screen e podemos ainda depois de activar esta opção, definir o comportamento ao iniciarmos sessão no PC, ou seja, podemos escolher entre ver o Desktop ou o Start Screen. O cenário apenas muda de acordo com o tipo de máquina onde instalamos o Windows 10. Por exemplo se for instalado num PC com rato e teclado, o Windows 10 vai disponibilizar ao utilizador o Start Menu mas se for instalado num Tablet, então será apresentado o Start Screen por se tratar de um dispositivo com capacidades Touch.

Poderá ver estas configurações no seguinte vídeo: Como activar o Start Screen no Windows 10 Technical Preview.

Windows 10 Start Menu
Imagem do desktop com o Start menu aberto

Outra alteração que notamos ao utilizar o Windows 10 pela primeira vez é o comportamento da Charm Bar. Quando instalamos o Windows 10 numa máquina virtual, rapidamente reparamos que o acesso à Charm Bar pelo canto superior direito do ecrã não está ativo, apesar de a opção estar configurada por defeito. Se formos um utilizador regular da Charm Bar podemos ainda mostra-la através da combinação de teclas WIN + C, como acontece também no Windows 8.1. Por outro lado, se o Windows 10 for instalado num PC com funções Touch, a Charm Bar continua a ser mostrada quando fazemos o Swipe da direita para a esquerda do ecrã.

Como a Charm Bar contém funções essenciais que utilizamos nas aplicações como por exemplo o link para as Definições, Procura e Partilha, a Microsoft alterou também a localização destas opções para a janela das aplicações, criando assim o App Command Menu.

App Command Menu

App’s no Desktop

No Windows 10, as aplicações da Loja Windows são agora abertas no mesmo formato que os programas de desktop. Podem ser redimensionadas e movidas, e dispõem de barras de título na parte superior que permitem maximizar, minimizar e fechar com um clique.

Aplicações Loja Windows

Melhorias na funcionalidade “Snap”

Através das melhorias na funcionalidade “Snap”, trabalhar com diversas aplicações no ecrã é mais simples e intuitivo. Esta funcionalidade foi redesenhada para permitir dispor no ecrã até 4 aplicações cada uma num dos quadrantes disponíveis, indicar outras aplicações em execução e que possam ser encaixadas e também sugerir o preenchimento de espaços ainda não ocupados nos quadrantes.

Windows Snap

Botão Task View e Search

O Windows 10 possui agora na Taskbar dois novos botões: o Task View e o Search. O Task View é um renovado “ALT+TAB” que permite visualizar todos os ficheiros e aplicações abertas, possibilitando uma rápida alternância e acesso através de um só clique a quaisquer desktops virtuais que tenhamos criado. O Search está de volta ao Start menu e foi também incluído na Taskbar do Windows 10, permitindo uma procura rápida de aplicações e ficheiros no PC, e também conteúdo na Web.

Task View

Tal como o Start Menu, também os botões de Search e Task View são personalizáveis e os utilizadores poderão optar por ocultar os mesmos na Taskbar. Esta configuração poderá ser visualizada no seguinte vídeo: Como ocultar os botões Search e Task View da taskbar, no Windows 10.

Home View no File Explorer

No Windows 10, também o File Explorer está a ser alvo de melhorias, e na Technical Preview, já conseguimos ver novas funcionalidades activas. Quando usamos a combinação de teclas WIN+E ou clicamos no ícone “File Explorer” na Taskbar, a janela do File Explorer remete-nos para um novo local chamado “Home View”, em vez do “This PC” como acontece no Windows 8.0 ou 8.1. Esta nova localização, permite-nos visualizar e aceder rapidamente aos ficheiros ou  pastas que usamos com frequência.

Home View

Esta funcionalidade por uma questão de privacidade pode ser alterada e, desta forma, dizemos ao Windows que “esqueça” quais os ficheiros que acedemos recentemente e que não mostre as pastas que abrimos com frequência. As configurações necessárias para ocultar esta informação do Home View podem ser visualizadas no seguinte vídeo: Como ocultar as Pastas e ficheiros recentes no File Explorer do Windows 10.

Desktop Virtuais

O Windows 10 inclui uma nova funcionalidade que pode ser ativada através do botão Task View, e que nos permite criar até 7 desktops virtuais. Desta forma podemos em vez que subcarregar o desktop principal com as aplicações e ficheiros que usamos habitualmente, distribuir os mesmos nos desktop virtuais que são facilmente acedidos quer através de um simples clique ou então de um conjunto de teclas de atalho.

Desktops Virtuais

Existem ainda algumas personalizações interessantes que podemos fazer, como por exemplo redimensionar e mudar a cor do Start Menu ou afixar pastas na Taskbar. Estas e outras opções poderão ser visualizadas em 120segundos.net.

Estas não serão com certeza as únicas novidades presentes no Windows 10 e à medida que novas Builds sejam disponibilizadas, veremos certamente mais funcionalidades a surgir e que beneficiarão tanto utilizadores domésticos como utilizadores empresariais.

Windows 10 para Empresas: Robustez e Segurança

O Windows 10 para além das alterações no interface vai possuir na versão dedicada às empresas – O Windows 10 for Enterprise – apresentando melhorias muito significativas ao nível da implementação e segurança tanto das identidades como da informação. As principais novidades na vertente empresarial são:

  • Possibilidade de fazer upgrades “in-place” no Windows 7 e Windows 8. Desta forma é possível controlar os custos e tempos de implementação do Windows 10 e tornar desta forma o “wipe-and-reload” obsoletos. Considerando também a grande importância que a compatibilidade tem para as empresas, o Windows 10 terá para além de uma maior compatibilidade com as aplicações mais frequentes, ferramentas que as empresas poderão usar para testar a compatibilidade das aplicações que usam nas suas organizações.
  • Loja de aplicações para empresas. Este novo conceito vais permitir a unificação e vendas de aplicações através de licenciamento por volume e de acordo com o tipo de identidade da empresa. Através deste novo modelo, as empresas podem adquirir as aplicações e gerir de forma flexível a sua distribuição, recuperação e reaproveitamento das licenças associadas às aplicações.
  • Escolha do modelo de atualização do Windows. As empresas poderão definir o tipo e com que frequência os seus sistemas receberão atualizações. Empresas que não possam fazer determinado tipos de atualizações que possam afetar o normal funcionamento do seu negócio, poderão optar por instalar apenas atualizações criticas e de segurança, enquanto outras poderão escolher qual os utilizadores ou grupos de utilizadores receberão todas as atualizações que estiverem disponíveis.
  • Implementação de novos sistemas de segurança e proteção de informação. No Windows 10 existirá uma maior proteção na identidade dos utilizadores e será possível implementar por exemplo passwords com 2 fatores de autenticação. Este tipo de sistemas de segurança permitirão uma maior resistência a fuga, roubo ou tentativas de phishing quando os utilizadores acedem a sites ou usam aplicações.
  • Segurança da informação das empresas. Para além da encriptação através do Bitlocker, o Windows 10 possuirá “contentores” especiais que funcionam ao nível de aplicações e ficheiros, criando assim uma camada extra na proteção da informação mais sensível.

O Windows Insider Program

O Windows Insider Program é o maior programa de desenvolvimento em colaboração aberta de sempre. Este novo formato de colaboração tem como objetivo mudar a forma como o Windows é desenvolvido e disponibilizado, sempre com o intuito de melhor satisfazer as necessidades dos utilizadores e empresas. Ao contrário do que aconteceu em versões anteriores do Windows, onde o acesso às versões Beta era apenas possível através de convite, o Windows Insider Program é aberto a qualquer utilizador que queira testar e submeter feedback sobre a Technical Preview do Windows 10.

Os utilizadores que desejarem participar no Windows Insider Program receberão após registo, o acesso à Technical Preview do Windows 10 e às novas Builds disponibilizadas ao longo do ciclo de desenvolvimento, que poderão utilizar para testar as novas funcionalidades e também enviar sugestões ou reportar bugs, através da ferramenta de Feedback incluída.

Windows Insider ProgramO registo e download da Technical Preview, poderá ser feito através do link: https://insider.windows.com/

O Windows 10 Technical Preview está disponível para download nas versões 32 e 64 bits, nos idiomas Inglês, Chinês Simplificado e Português do Brasil.

Tratando-se de uma versão de pré-visualização, é aconselhável que a sua instalação seja feita em ambientes virtuais ou em PC’s que não sejam usados como equipamento principal. Para além destas recomendações, o site do Windows Insider Program contém todas as informações uteis sobre os requisitos para a instalação da Technical Preview, os possíveis cenários de atualização a partir de outras versões do Windows e como fazer a atualização para Builds mais recentes.

Os Insider após a instalação da Technical Preview poderão definir qual a frequência com que querem receber as novas Builds, podendo ser configura a opção “Fast” ou “Slow Ring”. No “Fast Ring”, os Insider receberão as Build via atualização automática assim que seja disponibilizada mas ficaram mais expostos a possíveis bugs não corrigidos nesta fase.

Preview Builds

No “Slow Ring” a distribuição é feita algum tempo depois da “Fast” após os Insiders terem detectado e submetido feedback sobre a nova Build. Esta distribuição já contempla a correcção de bugs identificados até então. A partir da Build 9879, disponibilizada em Novembro, a Microsoft passa a disponibilizar também a imagem .ISO das novas Builds na mesma altura que lança a atualização para os Insider que optaram pelo Slow Ring.

Slow-Fast Ring

Ajuda e Suporte

Para além da ferramenta de feedback, os Insider poderão obter esclarecimento sobre dúvidas relacionadas com o Windows 10 ou obter suporte para a resolução de problemas, nos seguintes sites:

Para ficar a par de todas as novidades relacionadas com o Windows 10, poderá consultar ainda os seguintes recursos de forma regular:

Conclusão

Em conclusão, o Windows 10 trás grandes novidades ao nível da adaptabilidade nos diversos dispositivos, novas funcionalidades no UI e também na segurança da identidade e informação dos utilizadores. A simplicidade do Windows Insider Program permitirá a qualquer IT Pro ou entusiasta dar início aos seus testes e a enviar as suas sugestões através da ferramenta de feedback disponível. Bons testes.

Publicado na edição 47 (PDF) da Revista PROGRAMAR.