Windows 10: A Nova Geração Windows

Introdução

No passado mês de Outubro, a Microsoft anunciou publicamente o Windows 10 e apresentou a sua visão para a próxima versão do seu Sistema Operativo.

O Windows 10 é o primeiro de uma geração totalmente nova do Windows , onde as novas funcionalidades irão possibilitar novas formas de trabalho, lazer e mobilidade aos utilizadores tanto na vertente doméstica como na vertente empresarial, sendo neste último onde veremos alterações significativas e que permitirão uma transição mais suave de versões anteriores para o novo Windows.

O Windows 10 vai adaptar-se e funcionar na maior gama de dispositivos de sempre, como por exemplo do IOT (Internet Of Things), aos Data Center empresariais em todo mundo, passando pelos dispositivos que dispomos e utilizamos no dia-a-dia como o PC, Tablet, Smartphone e também na XBOX.

Com o crescente número de dispositivos, também as aplicações e a sua distribuição irá evoluir. A Microsoft irá disponibilizar uma plataforma que permitirá aos programadores o desenvolvimento e implementação de uma aplicação nos diferentes tipos de dispositivos e também uma nova loja de aplicações unificadas, que tornará a compra e atualização das mesmas mais simples para os utilizadores

Windows 10

As novas funcionalidades do Windows 10 

Start Menu

O Start menu utilizado durante muitos anos em versões anteriores ao Windows 8 está de volta. Este menu apresenta uma nova interface e permite o acesso rápido às aplicações e ficheiros que utilizamos com mais frequência, e vai permitir personalizar todo o Start menu com aplicações modernas, programas e sites favoritos, à semelhança do que acontece atualmente com o Start Screen do Windows 8.0 ou 8.1.

O regresso do Start Menu não representa necessáriamente o fim do Start Screen que usamos no Windows 8.0 ou 8.1. No Windows 10 continua a existir a possíbilidade de ativar o Start Screen e podemos ainda depois de activar esta opção, definir o comportamento ao iniciarmos sessão no PC, ou seja, podemos escolher entre ver o Desktop ou o Start Screen. O cenário apenas muda de acordo com o tipo de máquina onde instalamos o Windows 10. Por exemplo se for instalado num PC com rato e teclado, o Windows 10 vai disponibilizar ao utilizador o Start Menu mas se for instalado num Tablet, então será apresentado o Start Screen por se tratar de um dispositivo com capacidades Touch.

Poderá ver estas configurações no seguinte vídeo: Como activar o Start Screen no Windows 10 Technical Preview.

Windows 10 Start Menu
Imagem do desktop com o Start menu aberto

Outra alteração que notamos ao utilizar o Windows 10 pela primeira vez é o comportamento da Charm Bar. Quando instalamos o Windows 10 numa máquina virtual, rapidamente reparamos que o acesso à Charm Bar pelo canto superior direito do ecrã não está ativo, apesar de a opção estar configurada por defeito. Se formos um utilizador regular da Charm Bar podemos ainda mostra-la através da combinação de teclas WIN + C, como acontece também no Windows 8.1. Por outro lado, se o Windows 10 for instalado num PC com funções Touch, a Charm Bar continua a ser mostrada quando fazemos o Swipe da direita para a esquerda do ecrã.

Como a Charm Bar contém funções essenciais que utilizamos nas aplicações como por exemplo o link para as Definições, Procura e Partilha, a Microsoft alterou também a localização destas opções para a janela das aplicações, criando assim o App Command Menu.

App Command Menu

App’s no Desktop

No Windows 10, as aplicações da Loja Windows são agora abertas no mesmo formato que os programas de desktop. Podem ser redimensionadas e movidas, e dispõem de barras de título na parte superior que permitem maximizar, minimizar e fechar com um clique.

Aplicações Loja Windows