Arquivo da Categoria: Visual (Not) Basic

Artigos da secção “Visual (Not) Basic”.

Métodos de extensão – o que preciso, como quero

O que preciso, como quero… mais ou menos. Mais para mais. Comecemos por o básico: o que são métodos de extensão? Em poucas palavras, métodos de extensão são uma forma de injetar funcionalidades escritas por “nós”, personalizadas, diretamente em tipos que tomamos como “fechados”, quer sejam os escritos por a Microsoft ou os escritos por o vizinho de cima. Quando escrevo “injetar funcionalidades” estou-me a referir a métodos implementados por nós que para o Visual Studio fazem parte de determinada classe, e que podem ser chamados a partir de uma instância.

Continuar a ler

Eventos e Handlers

Eventos, interrupts, triggers, handlers, listeners, consumers… existem muitos nomes e muitos conceitos mas redundam todos na mesma filosofia. O conceito de evento é tão essencial, elementar e intrínseco que tão depressa os encontramos desde o nível de comunicação do hardware até ao software mais complexo do mundo, como também encontramos quem os use diariamente e nunca tenha ouvido falar deles.

Se pensarmos numa aplicação sem interface gráfico, apenas consola, e se assumirmos que é uma aplicação “standalone”, todas as instruções que são escritas são interpretadas na sua sequência original. Avança-se para a próxima instrução porque a anterior terminou, e assim sucessivamente. Se for necessária introdução de dados do utilizador, por exemplo, espera-se que termine e só depois se avança.