Arquivo de etiquetas: linux

Como criar um programa auto-replicativo em assembly, para GNU/Linux

A arte da criação de programas auto-replicativos parece estar perdida no tempo. Não podemos confundir um programa auto-replicativo com malware, cavalos de tróia, worms, etc. Um programa auto-replicativo não executa nenhum tipo de código para danificar hardware ou software, pelo contrário apenas tenta replicar-se de diversas formas ou métodos e é por norma escrito numa linguagem de baixo nível, como por exemplo assembly. A parte mais interessante e importante do programa ao contrário de um malware não é um pedaço de código para causar danos, mas antes pelo contrário apenas o código que per- mite que o programa se replique.

Apesar de muitas vezes se confundirem as duas tarefas, um programa auto-replicativo é uma forma de criatividade, engenho e inovação, com o objectivo de criar um programa que se consiga manter num sistema informático evitando ser apagado e replicando-se de forma inteligente, evitando a sua detecção e consequente remoção. É quase como fazer um avião de papel, ajustar as “asas”, o “nariz”, colocar ou não um “leme de cauda”, etc e atirar para ver que distância é percorrida antes de inevitavelmente aterrar, ou melhor, cair! Em momento algum se pretende que o programa, tal como o avião, dure “ad aeternum”, sendo o interesse apenas no lapso de tempo que ele durará até ser totalmente removido.

Continuar a ler

Instalando um servidor VPN num Raspberry Pi

Introdução

Uma rede privada virtual (VPN) é uma rede de comunicações privada, construída sobre uma rede de comunicações pública, como o caso da internet. O tráfego de dados é transmitido pela rede pública, mas encriptado de forma a não permitir que esteja acessível a quem não é destinado. Uma VPN é apenas uma ligação estabelecida sobre uma infraestrutura pública ou compartilhada, usando tecnologias de tunelamento e criptografia para manter seguros os dados transmitidos.

A importância do uso de VPNs é cada vez mais falada, uma vez que o uso de hotspots wifi abertos é cada vez maior. Isto torna cada vez mais comum o uso de locais onde existam hotspots, pontos de frequentes ataques, recorrendo a dispositivos simples e muitas vezes feitos propositadamente para o efeito de levar a cabo intercepção e captura de dados contendo passwords, sessões, etc…

Continuar a ler

Registo de Todos os Comandos Executados num Sistema Informático

Este relatório descreve a análise efetuada a quatro ferramentas que permitem o registo de todos os comandos efetuados num sistema informático. Nota-se, mais uma vez, que não existe segurança absoluta, por um lado, e por outro, que as ferramentas que possibilitam maiores níveis de segurança são igualmente as que têm maiores custos, a nível de trabalho humano e computacional.

Introdução

O objetivo principal deste projeto é estudar, de um ponto de vista da segurança do sistema, a possibilidade de registar (log) todos os comandos executados por um utilizador. A segurança (correspondendo ao inglês security e não safety) será abordada quer pela perspetiva de um ataque intencional ao sistema, quer pela possibilidade de uma utilização negligente poder permitir explorar vulnerabilidades existentes ou criar novas.

Continuar a ler

Gestão de projetos utilizando o Redmine 2.4 no Debian Wheezy

A gestão de projetos pode ser descrita como o processo de planejamento, execução e controle de um projeto, desde o seu início até à sua conclusão, com prazo determinado e várias tarefas que devem ser realizadas para se atingir o objetivo final, com um determinado custo e qualidade, através de atividades realizadas utilizando recursos técnicos e humanos.

No processo de gestão, o principal objetivo é um produto final, de acordo com as especificações, com o melhor desempenho possível, sob uma perspectiva dinâmica. Assim, a gestão do projeto forma um ciclo dinâmico, onde tudo gira em torno do planejamento, da execução e do controle.

Continuar a ler

Gestão de Sistemas e Redes em Linux

O livro que me foi apresentado para análise tem o título Gestão de Sistemas e Redes em Linux – 3ª Edição e tem como público-alvo docentes ou estudantes que pretendam aprofundar conhecimentos na área de administração de sistemas e redes, ou profissionais com responsabilidades na administração de redes informáticas de média e grande dimensão. O seu autor, Jorge Granjal, é Professor na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, onde desenvolve também atividades de investigação no grupo de Comunicações e Telemática do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra. A primeira edição deste livro foi lançada em fevereiro de 2010, e esta mais recente, a terceira edição, publicada em setembro de 2013.

Continuar a ler

Shell Script

Shell é a linha de comandos de Linux e UNIX, é ela que interpreta todos os comandos inseridos pelo utilizador. Para além de executar comandos do sistema esta também tem comandos de programação tais como if, for, while, variáveis e também funções, permitindo desta forma criar chamadas de comandos mais flexíveis.

Shell script é basicamente um ficheiro com uma determinada sequência de comandos shell, estes scripts podem ser executados de diversas formas podemos criar o nosso script e executá-lo usando os comandos sh ou bash.

Continuar a ler